A nova aposentadoria

Boas,


Antes de mais nada... Volta Dilmaaaa

Mamãe nos abandonou ='(



O governo apresentou seu projeto de reforma da Previdência. Pela proposta de emenda constitucional, a idade mínima para se aposentar será de 65 anos, com pelo menos 25 anos de contribuição à Previdência. Mas, na prática, para receber 100% do valor, será preciso contribuir por 49 anos, mesmo que tenha atingido os 65 de idade.
O projeto ainda vai ser analisado pela Câmara e pelo Senado e só deve entrar em vigor em 2017.
A regra passa a ser a mesma para homens e mulheres. As mudanças valem para trabalhadores de empresas privadas, servidores públicos e políticos. Militares ficam de fora.
Quem já tiver tempo de aposentadoria pelas regras atuais não é prejudicado, mesmo que não tenha dado entrada nos papéis.
Trabalhadores mais velhos vão ter uma regra de transição, mais benéfica: homens com 50 anos ou mais e mulheres com 45 anos ou mais só terão de trabalhar 50% a mais do que falta hoje para sua aposentadoria. Se faltarem dois anos, trabalhariam três, por exemplo.
Entenda a seguir os principais pontos da reforma da Previdência:

QUEM SERÁ AFETADO



Homens com menos de 50 e mulheres com menos de 45 anos
Devem se aposentar usando as novas regras.
Homens com 50 anos ou mais e mulheres com 45 anos ou mais
Terão uma regra de transição mais suave:  vão trabalhar 50% a mais que o tempo que falta para se aposentarem. Por exemplo: se faltavam 2 anos para a aposentadoria, trabalharão 3 anos.

QUEM NÃO SERÁ AFETADO



Quem já está aposentado
Quem já recebe aposentadoria ou pensão já tem direito adquirido, ou seja, não vai terá nenhuma mudança no valor de seu benefício.
Quem já puder se aposentar até a aprovação da reforma
Não será afetado pelas mudanças, mesmo que não tenha dado entrada no pedido de aposentadoria. Isso vale até que as mudanças sejam aprovadas pelo Congresso e passem a valer, o que não tem data definida para acontecer.
Ou seja: quem já atingiu as condições para se aposentar, ou atingir até que a lei entre em vigor, não precisa correr para pedir a aposentadoria. Essa pessoa vai se aposentar com as regras atuais.

IDADE MÍNIMA



Como é hoje
Não há idade mínima para a aposentadoria por tempo de contribuição. A exceção é a aposentadoria por idade: 65 anos (homem) e 60 (mulher).
O que foi proposto
Idade mínima para todos: 65 anos. Sobe no futuro, gradativa e automaticamente quando aumentar a expectativa de vida após 65 anos. A previsão do governo é que até 2060 chegue a 67 anos de idade mínima.

HOMENS E MULHERES FICAM IGUAIS



Como é hoje
Mulheres se aposentam cinco anos antes que os homens.
O que foi proposto
As regras passam a ser as mesmas para homens e mulheres: todos precisam de pelo menos 65 anos de idade e 25 de contribuição.

TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO



Como é hoje
Mínimo de 15 anos para quem se aposenta por idade. Quem se aposenta por tempo de contribuição, são 35 anos (homens) e 30 anos (mulheres).
O que está na proposta
Mínimo para todos: 25 anos (mas para receber 100%, na prática terá de ser 49 anos)

CÁLCULO DO VALOR



Como é hoje
O valor depende do tipo de aposentadoria (se é por idade ou por tempo de contribuição, por exemplo) e também do tempo que a pessoa trabalhou. É possível conseguir o valor integral com tempo de contribuição de 35 anos (homens) e 30 anos (mulheres), caso se enquadre nas regras do 85/95.
O que está na proposta
Quem cumpre os prazos mínimos (65 anos de idade e 25 anos de contribuição) não ganha aposentadoria de 100% de seu salário, mas apenas 76%. Para chegar aos 100%, é preciso trabalhar mais: ganha 1 ponto percentual por ano de trabalho adicional. Por exemplo: se contribuiu 30 anos (5 anos além dos 25 obrigatórios), vai ganhar cinco pontos percentuais e ficar com 81% da média de salário (76% + 5). Para ganhar 100%, será preciso contribuir por 49 anos.

SERVIDORES PÚBLICOS E POLÍTICOS



Como é hoje
Servidores públicos e políticos têm regras próprias de aposentadoria, diferentes de quem se aposentou trabalhando em empresas privadas. 
O que está na proposta
Os funcionários públicos passarão a seguir as mesmas regras que os trabalhadores de empresas. Entre elas, a idade mínima de 65 anos e a necessidade de contribuir por 49 anos para receber o valor integral.

MILITARES



A reforma da Previdência não inclui os militares, que têm e continuarão tendo regras próprias para aposentadoria. O governo afirma que deve elaborar um projeto de lei separado para também mudar as aposentadorias deles. 

PENSÃO POR MORTE



Como é hoje
Uma pessoa pode acumular pensão por morte e aposentadoria. O valor não pode ser menor do que o salário mínimo.
A pensão é 100% do valor da aposentadoria que o morto recebia ou a que teria direito se fosse aposentado por invalidez.
O que está na proposta
Não pode acumular pensão e aposentadoria, é preciso escolher um dos dois. Ela pode ser menor do que o salário mínimo.
A pensão deve ser de 50% da aposentadoria do morto, mais 10% por dependente. Mesmo que não tenha filho, o cônjuge vivo conta como dependente, ou seja, no mínimo, a pensão de 60%. O máximo é 100%.
Quando o filho ficar maior de idade, os 10% dele param de ser recebidos. Por exemplo: se o morto deixou uma viúva e um filho, eles recebem 70% até esse filho ficar maior de idade. Quando isso acontecer, a viúva passa a receber 60%.


Achei tão bem escrito esse artigo que estou compartilhando com vcs. Parabéns ao UOL pela explicação!

Adeus aposentadoria pelo governo!! Chega de mamar. É bom todo mundo atingir a independência financeira e nunca depender do governo!! Vamos acordar e que dê tudo certo pois quem tiver menos que 40 anos não vai se aposentar hahaha

Bem que Temer disse: "Vou colocar os pobres em seus lugares"


Agora a pergunta: PGBL ou VGBL?? Qual plano de previdência privada escolher? Ou nenhum dos dois? Qual a melhor alternativa??

Conto com seu comentário :D

Continue lendo >>

Fechamento - Novembro 2016

Boas,

Vamos ao resultado da carteira no mês de Novembro 2016 conforme a planilha do AdP versão do Surfista Calhorda!

AÇÕES


Sai sem olha pra trás. Esse mês não aportei nada mas em compensação consegui terminar meu colchão de segurança. Estou mais tranquilo agora com o dinheiro na poupança (por incrivel que pareça)

Prevejo águas turbulentas em minha vida profissional, por isso tive a necessidade de dobrar a quantia do colchão e paguei todas as dividas e emprestimos. Ou sejeeeee, estou livre para aportes!!

FUNDOS IMOBILIÁRIOS


Os fundos imobiliários são, nesse momento, o investimento ideal para meu perfil de investimentos. Quero renda mensal para continuar reinvestindo, já que os aportes estão fracos por enquanto.
Deu ruim pros meus Fiis esse mês, mas não vamos se apegar a essa rentabilidade negativa de 3,16%


PROVENTOS RECEBIDOS DOS Fiis


No total do mês recebi exatos R$66,30
Olhando assim parece dinheiro de pinga, mas é com um pequeno floco de neve que se faz uma alavanche!

TESOURO DIRETO


Não aportei, então não comprei nada. A rentabilidade voltou a ser positiva :D

SALDO NA CORRETORA

R$93,94

RESULTADO CONSOLIDADO


R$10.528,70 ou -220,82 ou -2,05%


Quando se converte ao sistemas de cotas a carteria tem desvalorização mensal de -2,05% pois não houve aporte esse mês! Agora entendi como funciona :D

Outubro não foi ruim, foi um mês de acerto de contas e mudança de estratégia, porque a que eu estava seguindo não se mostrou vantajosa para meu perfil doido de investir.
Constatei algumas coisas que não queria enxergar. Não sou bom com ações. Não realizo minhas metas de aportes. Velhos hábitos!! Não tenho disciplina e continuo agindo por impulso!!
Evolui muito ao longo desse ano de 2016, não financeiramente.
Estou desenvolvendo um senso critico para as ações que tomo. Sei que preciso mudar! Focar! Aportar! Manter as contas controladas e não gastar além da conta.
Vi muita pobreza na viagem que fiz e não quero isso pra minha vida!
Novembro segui minha nova estratégia que é focar nos fundos imobiliários, como não aportei, tive muito trabalho estudando sobre os fiis já comprados e os que ainda desejo comprar.
Me organizei bastante e controlei as contas ao máximo, atualizei minha desfalcada planilha de gastos e Novembro ficou tudo na ponta do lápis e já com uma projeção para Dezembrão!! Décimo terceiro está livre de compromissos assim como o segundo pagamento do mês de Dezembro.
Como o Natal e Ano Novo resolveram cair nos finais de semana, não terei férias de fim de ano. A máquina estará a todo vapor!


Que as boas energias guiem os soldados do milhão! :D

Continue lendo >>

Carteira Novembro 2016

Boas,

Confira abaixo como está alocado meu patrimônio em renda variável. Aqui não está incluso TD, Bitcoins, dólar e claro meu colchão de segurança que aumentei esse ano!



Como disse anteriormente vendi todas minhas ações e não pretendo comprar mais.
Tenho ainda um pouco de PDGR11 que equivale a 0,38% da carteira. Assim que der uma subidinha vendo-o.

Os fundos imobiliários representam 73,15% da carteira e o Tesouro Direto representa 19,87%. Os outros 6,98% estão divididos em diferentes formas de investimentos.

Até o momento aportei R$22.550,00 sendo que tenho pouco mais de R$10.000 no dia de hoje. A maior perda de dinheiro foi com PDGR3 e PETR4, além de uma opção da Itau onde venceu e perdi R$6.000. Águas que passam. Lições que aprendemos. A carteira continua, vida que segue.

Já estou divagando kkkk Amanhã tem o fechamento do mês :D

Continue lendo >>

Quem sou eu

Minha foto
Tenho 30 anos, sou empregado de uma indústria pequena, ganho pouco e quero com esse blog aprender sobre os investimentos, com a ajuda da blogosfera financeira!

Seguidores

Tecnologia do Blogger.