Zona de conforto e uma historinha pra vcs

Boas,

Não sou de escrever muito, não tenho esse dom, mas hoje quero contar uma histórinha pra vcs.
Este post foi inspirado no ultimo artigo do ilustre blogueiro Soul Surfer
Não no tema em si mas na forma de contar uma história =D



Era 2014 e me encontrava sentado no meu escritório na empresa em que trabalhava, passei a vida toda estudando para que aos 29 anos de idade tivesse um emprego "acima da média", ganha por volta de 3 mil reais por mês. Desenhista mecânico com quase 10 anos de experiencia, muitos cursos e especializações (SENAI, ETEC, Faculdade, SENAC, etc). Varios cursos gratuitos na cidade de São Paulo. Conquistei espaço na empresa e logo liderava o setor de projetos e desenvolvimento. Depois veio controle de almoxarifado e estoque de peças e materia prima.
Numa empresa que fabricava componentes para caminhões e carretas isso era "grandes coisas". E não parava por ai, logo a produtividade e os resultados melhoraram. O controle ficou cada vez mais fácil e a eficiencia deu um salto. 2 anos de empresa e muitas responsabilidades. Depois acabei tomando conta da area de compras de materia prima e controle de produção (para verificar a eficiencia do uso de material).

Muita coisa não? Não tinha dado atenção que não era eu que tinha melhorado mas sim a empresa que tinha piorado e não conseguiam contratar outras pessoas para essas funções! Resultado, a empresa faliu e toda dedicação e trabalho não valeram de nada a primera vista.

Sem paciencia para começar outra vez, já que havia ficado desempregado 10 meses antes de entrar nessa empresa e agora me encontrava novamente desempregado, resolvi viajar aos Estados Unidos e ver o que dava. (Não entrarei em detalhes sobre essa escolha agora)

Passaporte, visto e passagens compradas, era hora de encarar uma nova realidade. Existia uma comundade brasileira forte em Massachusetts e que estavam sempre precisando de sangue novo pra "trabalhar pesado" (O que eu fiz a vida toda). Sem novidades, desembarquei em terras desconhecidas e logo no segundo dia estava trabalhando. Pintor de casas!!

A longa jornada de 13 horas por dia, 6 dias por semana acabou comigo em algumas semanas, o corpo todo doia e descobri novas partes do corpo que nem sabia que existiam. Trabalho pesado eles disseram.


O mercado de pintura de casas aqui não é um mercado consolidado, não existe uma grande empresa que domina o setor. Existem mais de 2400 empresas com a palavra "painting" (Pintura) no nome no estado de MA. Logo vi que as companhias eram de 2 ou 3 empregados. A maior que encontrei tinha 15 pessoas incluido os 2 donos. O que não é muito diferente de empresas brasileiras dos setores não consolidados com o de padarias, açougues, mecânica de carros ou até mesmo o mercado que o Viver de Dividendos atua, softwarehouses. Resumindo a pessoa vem aprende o trabalho e abre sua propria empresa, simples e rapido. Logo o "papel" do dono é deixar os pintores nas casas e ir embora aproveitar o dia. Afinal ele que conseguiu o cliente e tem o poder. O problema (ou solução pra quem quer ser dono) é que não existe barreiras de entradas para esse tipo de negocio. Até eu já quero abrir minha companhia de pintura hehehe Muitos caciques, poucos indios.

O fato é que é essa situção que me encontro e essa é a história resumida da onde eu vim.
Aqui é mais dificil adminstrar os investimentos e acompanhar a bolsa de valores do Brasil.

Sai do meu escritório com ar condicionado e máquina de café, aonde ficava 8 horinhas sentado na frente do computador, na zona de conforto onde podia operar mercado todos os dias para um lugar onde lixar paredes o dia todo e subir em escadas de 3 andares no frio do lado de fora é coisa normal.

A carga horaria de 80 horas semanais são vistas como "trabalho pesado"e eu ainda estou vivo! Meus amigos e familiares que deram-me prazo para desistir pararam de contar os meses e eu estou cada vez mais forte e com mais vontade de trabalhar. E isso "virou" minha zona de conforto. Estranho não?

Claramente não consegui expressar tudo que passei nesse meio tempo, tão pouco as etapas até aqui. Ainda vou fazer isso com mais calma mas como eu disse pra quem não é bom em escrever esse post é uma superação.

Espero que sirva de inspiração pra vcs a sairem da zona de conforto e arriscar mais.
Escrevi tudo isso para contar pra vcs um pouco da fase que estou, espero que gostem =D

Abraços Investidor Maluco

4 comentários:

  1. Olá IM,

    Parabéns por sair da zona de conforto. Acredito que você está ganhando uma boa grana aí e vai ficar rico.
    Bom post.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Caramba...
    Que relato. Isso sim e um post de respeito.
    Parabéns e sucesso

    ResponderExcluir
  3. CARO AMIGO,

    Eu tinha um quarto equipado com um computador de ponta, 2 telas e notebook foda da Sony Vaio. Consegui levantar 200 mil reais e perder tudo entrando em um casamento fracassado que consumiu minha vida e me fez cogitar o suicidio várias vezes.

    Nesse casamento que acabou comigo, me levou a trabalhar de servente de pedreiro e ganhar 50 reais por dia, para não passar fome enquanto morava em 1 comodo de madeira com minha ex-esposa e 2 filhos durante 2 anos.

    Consegui ascender novamente e alugar um apartamento para morarmos e recomeçar, foi quando fui traído por ela que tem 22 anos e agora pago 1.000 reais de pensão e sou privado dos meus filhos.

    Força para nós, sua situação ainda é um sonho, eu estou remando a 3 anos e tive pouco resultado ainda. Sigo focado.

    Só quem bateu massa debaixo do sol quente ou carregou latas de concreto nas costas, sabe o quanto é gostoso almoçar, nem que seja arroz, feijão e ovo frito ahahahah

    ResponderExcluir
  4. cowboy e isso ai, gostei do poste.

    Be safe nigga. lol

    ResponderExcluir

Quem sou eu

Minha foto
Tenho 30 anos, sou empregado de uma indústria pequena, ganho pouco e quero com esse blog aprender sobre os investimentos, com a ajuda da blogosfera financeira!

Seguidores

Tecnologia do Blogger.